Festival de Homenagem ao “Pitorrilha”


No passado sábado as portas da Palha Blanco abriram para ser prestada uma justa homenagem ao homem que durante décadas ajudou a cuidar desta Praça como ninguém, Júlio “Pitorrilha”.

Se hoje esta Centenária Praça de Toiros se encontra em óptimas condições para os diversos tipos de espectáculos que realiza, o Pitorrilha foi sem dúvida um dos que muito fez por isso.

Como não podia deixar de ser, o Grupo de Vila Franca associou-se a esta homenagem.

Perante cerca de meia casa e numa tarde primaveril pegámos dois novilhos da Ganadaria Nuno Casquinha.

O primeiro mais voluntarioso e colaborante, o segundo mais reservado e fechado em tábuas.

Resolveu o Vasco nesta novilhada mandar pegar o Casquinha e o Russo, dois forcados de bons recursos, que  querem rapidamente alcançar a melhor forma.

Para o primeiro novilho da tarde, o Casquinha brindou ao homenageado, Barrete na cabeça, palmas a mais de meia praça chama bem a atenção do “preto”, carrega e este sai de largo com alguma velocidade, não se conseguindo fechar da melhor forma, dizem os entendidos que poderia ter recuado um pouco mais. Assim “empranchou-se,” o que não ajudou para consumar a pega. À segunda com as mesmas maneiras, o novilho arranca-se mais uma vez a andar, não tendo a reunião sido a melhor conseguida, no entanto fechou-se de braços o que foi o suficiente para o Tavares entrar muito bem e ajudar o Casca a consumar a pega tendo o restante grupo fechado lá atrás com a limpeza habitual.

Volta para cavaleiro e forcado.

O segundo de Nuno Casquinha, manso e fechado em tábuas, não permitiu ao Margaça a lide que ele desejava, que ainda assim conseguiu, perante as dificuldades, bons pormenores. Brinda à praça o Russo para este novilho sério. Com maneiras toureia bem o opositor, provoca-o, entra em terrenos de compromisso e saca-se muito bem, fechado de braços e superiormente ajudado por todo o grupo. Bem rematada esta pega pelo Carlos com uma “rabejação” bem vistosa e toreira.

Volta para o Russo, e o pormenor de quem ainda tão novo já tem maneiras e saber estar em praça para Francisco Palha que recusou dar volta. A lide não tinha sido do seu agrado. Mostra maturidade que muitos mais velhos não têm.

Se bem que ainda estamos no início de temporada dá gosto ver o grupo da Vila a ajudar, com coesão e muita sabedoria.

Na parte apeada viram-se bons pormenores, mas esses deixo para os especialistas na matéria.

Terminado o festival treinámos com o excelente novilho que tinha sido toureado pelo Vítor Mendes e que permitiu um bom número de pegas de caras e cernelha.

Para fechar este dia em beleza jantámos, em grande número, no Restaurante “Sal Ibérico” num jantar onde havia muita sede, e com alguns discursos, uns mais polémicos que outros mas sempre com muita amizade.

Pelo grupo da Vila Venha Vinho!!!…

Venha… 

João Pedro Silva “Surf”

Foto: in tauromania.pt  @joao costa pereira

Partilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn